quinta-feira, 30 de outubro de 2008

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Para descontrarir

Esta nova era da fotografia digital mudou nossa relação com as imagens e principalmente mudou o modo como as registramos.
Vamos a alguns exemplos práticos: você resolveu comprar uma maquina digital e para a maioria das pessoas quanto menor a máquina, melhor. E a proporção de seus megapixels deve ser inversa, ou seja, quanto menor a máquina e maior o número de megapixels, melhor ainda. Neste ponto não levamos em consideração o que exatamente são estes megapixels...aliás esta informação permanece guardada a sete chaves sem que a maioria de nós possa entender seu de que forma eles (os megapixels) funcionam. Algumas pessoas ainda acreditam que, se a câmera tem expressivos 12 megapixels, suas imagens terão 12 mega. Ledo engano. Mas esta definição não nos cabe discutir agora.
Voltemos a você com sua máquina. A pequena notável terá bilhões de recursos e você, como bom usuário saberá mexer em 1 % delas. Mas isso não tem a menor importância se a sua máquina for daquelas que perseguem sorrisos. Depois que conheci a novidade, que dispara automaticamente quando alguém sorri, comecei a me preocupar com o surgimento de uma possível revolta de máquinas, com inteligência suficiente para gerar uma rebelião.
Então, você já equipado, parte para aquela sua tão esperada viagem de DEZ dias à Europa. Sim, eu disse DEZ DIAS de forma enfática, porque você conseguirá a proeza de, em apenas uma semana e meia, bater cerca de 1200 fotos. São 120 fotos por dia, impulso irresistível que já começa no aeroporto. O resultado desta síndrome do dedo nervoso (como alguns profissionais do ramo chamam) são fotos do céu, vários ângulos de vários monumentos públicos, fotos tiradas às escondidas dentro dos museus, rua, árvore, você com a árvore, você na rua, você em todos os restaurantes e cafés que passou, fotos dos cães nativos, e lógico, como não poderia faltar aquela foto clássica “tirei de mim mesmo” esticando o braço e fazendo poses.
Ah, a volta para casa. E surgem algumas situações. A primeira e muito comum é a de selecionar as melhores imagens para mandar para o lab. Esta proposta é como promessa de começo de ano, você jura que vai escolher, mas e o tempo para olhar, uma por uma, as 1200 imagens que você mesmo bateu?
A outra situação é a dos mais animados que criam um slideshow com as 1200 imagens e (essa é a melhor parte) resolvem mostrar para todas as visitas que aparecem na casa. São horas e horas vendo as centenas de igrejas barrocas de minas, ou mil e um jeitos de se cair enquanto esquia. Para estas pessoas, encerro com um pedido muito especial: parem com isso. Nós visitas não gostamos de ver mil imagens de férias que não foram nossas. Umas vinte imagens até vai, mais do que isso é sessão de tortura.
Se você se identificou com alguma parte deste texto, você faz parte da grande torcida que tenta se adequar aos adventos tecnológicos de uma época como a nossa, que avança tão rápido quanto um click da máquina (mas a máquina não faz mais click...isso já é outra história....)

Érica Vighi é fotografa e designer

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Favoritos 04: video, flash e outros

Video:


baixar videos do youtube:



baixar videos do youtube e inserir no powerpoint:(ótimo tutorial)



link para o keepvideo: http://keepvid.com/





FLASH:


como enxugar seu swf:



sobre PNG:



OUTROS


tutorial para o souseek:



fontes free:


Favoritos 03: foto, photo e afins

Favoritos 03: fotos, photoshop e afins:

strobist:http://www.strobist.blogspot.com/

Artigos sobre CS3: http://www.photoshopbrasil.com.br/aspxPhotoShopBrasil/ListarArtigosPhotos.aspx

dragan effect: http://www.comunidadeweb.com.br/lermat.php?idm=324

o que é HDR:
http://www.digiforum.com.br/viewtopic.php?t=19628&highlight=dragan+effect

dicas de photoshop:
http://info.abril.com.br/edicoes/224/arquivos/4893_1.shl

loja de artigos de iluminação: http://www.flashcenter.com.br/

cálculo para cobrar imagens: (IMPORTANTÍSSIMO!!)
http://www.photoshowcase.com.br/Doc/PhotoPricing.aspx

fotografia de casamento (ela é A fotografa!!):
http://www.camilabutcher.com/

estúdio na vila mariana:
http://studiomanoeldepaiva.blogspot.com/

processamento em lote:
http://webdojason.blogspot.com/2008/03/processamento-em-lote-no-photoshop.html

Favoritos 02 - Miscelaneus

Minha pasta que contém de tudo um pouco:

blog da elsie...dispenso comentários.Ela é demais. Scrapbook e artes: http://www.abeautifulmess.typepad.com/
mais scrap:
two peas: www.twopeasinabucket.com/
shabbyprincess: http://www.shabbyprincess.com/
scrapworks: www.scrapworks.com.br

idéias e referências decoração: http://tudoedimais.blogspot.com/

adesivos de parede (adoro!!): http://www.kitsart.com/
ideias para casa(como arrumar seu closet) :
http://nacasadale.blogspot.com/2007/08/dicas-de-arrumao-arejam-o-closet.html
alías este blog também vai para a lista!!

ateliê manah(sapatos):http://www.ateliemanah.com.br/
para bse deliciar com mil modelos de melissa: http://www.plasticmania.com/
(o site não é muito legal, mas tem muitos modelos)

pontas de estoque: http://ponta.de.estoque.sites.uol.com.br/

idéias de presentes - amazing boxes: http://www.amazingboxes.com.br/
idéias sofisticadíssimas de presentes: http://www.jenifferbresser.com/index1.html

adorei este post do blog screatebook.blogspot:
http://screatebook.blogspot.com/2007/09/vi-em-uns-blogs-e-amei-gente-como-arte.html
aliás o nome é Barbie wants to be me.... achei muito bacana... já vai entrar na minha lista de blogs.

onde comprar folhas imantadas:
https://www.rumo.com.br/sistema/ListaProdutos.asp?IDLoja=6599&IDCategoria=47917&1ST=1&1ST=1&Y=8960484932831




Favoritos - meus, parceiros e clientes

Antes que eu faça um backup e perca tudo novamente, vou fazer uma listinha breve dos meus links mais preciosos:

os mais conhecidos (que só vão os nomes....)



Meus:

- flickr - minha galeria: http://www.flickr.com/photos/ericavighi/

- multiply - minha página: http://ericavighi.multiply.com/

-blog - este: http://ericavighi-miscelaneus.blogspot.com/



Parceiros:

- JLRocha treinamentos: http://www.jlrocha.com.br/
- Michèle Neyret: http://micheleneyret.blogspot.com

Clientes:

-Marisol: http://www.morandeira.com.br
-Schnyder: www.schnyder.com.br
http://blog.schnyder.com.br/

dicas de blog: marca d´àgua no photoshop

Estava procurando um tuto para marca d´àgua no photoshop (antes que me critiquem, é que estava com preguiça... queria fazer rapidinho...).

Aí encontrei este blog bem bacana com vários tutos....

http://coliriophotoshop.blogspot.com/2007/01/tutorial-marca-dagua.html

quem manda bem é o Marco de curitiba!

este endereço vale a pena...

Ah, resuminho, para da próxima vez que eu ficar com preguiça:
- escreva o nome (ou faça a arte);
(prefiro fazer num arquivo novo, com fundo transparente e depois aplicar na foto ou imagem)

- no blending options - advanced blending - fill opacity:0;

bem aí você pode dar o efeito que quiser com as demais opções do blending:
você pode fazer com drop shadow, ou inner shadow, e assim por diante até criar o efeito desejado.

Abçs

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

validação e testes...para sites

Só porque eu tenho certeza que vou esquecer:

site para verificar se o código está ok:
http://validator.w3.org/
dá para testar xhtml e css e você ainda ganha um certificado!!

site para ver os caracteres especias (se bem que agora com o dream não tem mais graça...)
http://www.w3schools.com/

e para verificar o site em vários browsers:
browsershots.org.

domingo, 5 de outubro de 2008

Design Alemão


Esta mensagem também recebi por email, foi uma colega da faculdade que passou para o grupo....
Vale a pena fiar registrado!!

O Design é uma atividade cujo objetivo é estabelecer qualidades multifacetadas de objetos,
serviços e seus sistemas em ciclos de vida completos. Portanto, é o fator central da
humanização inovadora das tecnologias. Veja alguns objetos de designers alemães.










Dicas de bancos de imagem

Sempre auto didata e bastante xereta... faço muitas consultas e pesquisas...
Aqui, de forma rápida e fácil tenho algumas indicação dos bancos de imagens que costumo "freqüentar":

http://www.gettyimages.com/
é bem bacana, precisa procurar os termos em inglês, mas tem um recurso que gosto muito que é o de achar imagens similares.
Possui ainda, na barra lateral opções que facilitam a busca: vc pode por exemplo escolher se quer uma foto daquele conceito que está procurando com uma, duas, três ou nenhuma pessoa, por exemplo. Ou ainda buscar a imagem com pessoas de determinada etnia.

http://www.sxc.hu/
é o site do stock.xchng, banco de imagens free. Neste dá para escrever em português. Mas se vc é marinheiro de primeira viagem cuidado com a pegadinha: quando vc faz uma busca, na última linha (vc pode até perceber a diferença na qualidade das imagens) estão os resultados do stock.xpert, que é o irmão PAGO do xchng... Por isso se vc escolher uma destas imagens fique atento porque não está mais na "área free"!

http://office.microsoft.com/pt-br/clipart/
esta é para os amantes de powerpoint: a microsoft põe a disposição de nós usuários um banco de imagens ótimo, com fotos, cliparts, efeitos de som... e tudo "di gratis"!!

http://www.fotosearch.com.br/
este também é bom, mas atenção pois tem vários tipos de licensa. Algumas imgs são RF (royalty-free).

O que me leva a prometer a postar, dentro em breve, algumas infos sobre uso de imagens....

Sobre arte e fotografia

Recebi há um tempo um email com esta notícia e achei a idéia super bacana.. aliás são momentos como este em que me lembro o que me fez ir parar lá no cap....

Em busca da foto perdida
Fototeca recicla imagens fadadas ao esquecimento


Fotografias 'caseiras', feitas por amadores, tendem a perder seu valor, quando são descartadas por seus autores ou proprietários. Em Weimar, uma fototeca tenta resgatar essas imagens.
Longe da rota que leva aos rastros de Goethe e Schiller em Weimar, a alemã Anke Heelemann ocupa-se de outras lembranças na cidade. Na loja que fundou e que chama de fototeca (Fotothek), estão armazenadas milhares de fotos em diversas caixas e armários.


Resgantando a memória alheia

Num canto da loja, há uma série de slides sobre uma mesa iluminada, ao redor da qual estão espalhadas almofadas vermelhas para as pessoas se sentarem. Nas prateleiras, há ainda mais fotos, dispostas de tal forma que o verso, com a descrição, é exposto e não a frente.Uma tática que não induz necessariamente à venda. Mas essa não é mesmo a intenção de Heelemann. A estudante de Design e Mídia da Universidade Bauhaus de Weimar criou o que chama de "loja especializada em fotografias esquecidas", uma idéia desenvolvida a partir de seu trabalho de conclusão de curso. "A idéia básica foi a de criar um espaço público, onde é possível encontrar essas imagens. De certa forma, a fototeca parece ser a única forma de lidar com o assunto", diz ela.


Memórias descartadas

Anke Heelemann reúne fotografias antigas de família, que foram jogadas fora ou esquecidas em algum lugar e acabaram sendo vendidas em mercados de pulga (reais ou virtuais)."Eu estava sempre encontrando essas fotos por aí", conta a artista, que confessa sua fascinação pelas histórias contidas nessas imagens, que perderam um dia seu "valor" e acabaram esquecidas em caixas de sapato, esperando por compradores."Sempre senti que havia algo deixado nessas fotografias", diz Heelemann, quando conta que chegou a comprar aproximadamente 25 mil fotos por um par de euros cada caixa. Foi assim que a artista começou a formar suas primeiras coleções. "Há uma caixa com 600 fotos de um casal nas mais diversas poses, inclusive algumas obscenas, e a maioria delas dentro de um mesmo apartamento", conta Heelemann, que passou tempos especulando se o casal tinha ou não um caso de amor.Na fototeca, ainda estão armazenadas muitas fotos, à espera de serem descobertas, mesmo que em caixas mais apresentáveis que as de sapato dos mercados de pulga. Heelemann começou a categorizar o vasto material que possui, dividindo as fotos, por exemplo, por temas como "praia", "animais" ou "aniversário" (os mais óbvios) e até mesmo "bolsas de mão" ou "braços cruzados".


Adote uma foto
Opções à vontade: basta procurar

A proposta é que o visitante seja chamado a dar uma olhada no material exposto. Mesmo que as fotografias não estejam à venda, é possível "adotá-las" em troca de uma doação. Depois que as imagens forem dispostas em um "álbum de adoção" por um determinado tempo, Heelemann envia-as para os novos padrinhos, que são obrigados a mandar de volta para ela uma foto da "imagem adotada" em seu novo ambiente.Cerca de cem pessoas já aderiram à idéia de adotar uma foto. As razões são várias. Há, por exemplo, o caso de um visitante que resolveu presentear seu próprio pai com a imagem de um trabant, carro típico da ex-Alemanha Oriental, porque o pai dirigia um deles há muito tempo."Um jovem casal outro dia escolheu uma foto de avós, dizendo que optaram por essa porque eles não têm avós", lembra Heelemann, observando que, para alguns "clientes", sua loja serve como uma espécie de memória substituta.















foto retirada do site: www.dw-world.de/dw/article/0,2144,2215700,00.html


Contra a idéia de um "cemitério de imagens"

Caixas e mais caixas de lembranças"Ela está oferecendo um tipo de serviço cuja necessidade não se tinha percebido antes. As pessoas entram de olhos arregalados, acham curioso. Partir da perspectiva alheia e comunicar-se com pessoas que não são necessariamente as que você conhece faz com que uma visita ao espaço se transforme em um evento artístico", observa Christine Hill, artista que vive entre Berlim e Nova York e que, como professora convidada da Universidade de Weimar, orientou Heelemann em seu projeto.A idéia é continuar e até expandir a fototeca no próximo ano, diz Heelemann, que não gosta, contudo, que as pessoas vejam o espaço como um cemitério de imagens, onde depositem aquilo que não querem mais. Numa caixa sua, particular, Heelemann pretende continuar guardando suas fotografias prediletas. Entre as que considera mais especiais, há uma do bonde de número seis, de Dresden. No verso, está escrito: lugar de despedida - o número seis raptou meu amor. "É uma foto linda, que desenrola estórias", conclui Heelemann.

Mathis Winkler (sv).