quarta-feira, 3 de julho de 2013

Como preparar uma retrospectiva!

A proposta deste post é ajudar você a preparar uma retrospectiva de sucesso para qualquer ocasião. Atente que minha intenção não é fazer um tutorial, nem mostrar ferramentas. O assunto aqui é mais concepção do que realização propriamente dita.

Seja na onda do faça você mesmo, ou contratando um serviço para a montagem, há alguns pontos que podem garantir o sucesso ou enfado dos convivas que dependem unicamente de você. Vamos falar sobre eles, shall we??

1- Escolha das imagens

Image courtesy of Photostock/ FreeDigitalPhotos.net

É importante entender que, apesar de ser uma lembrança que ficará com a família, a retrospectiva é sempre montada para os convidados. Que esperam avidamente se ver no vídeo. A primeira dica para sua retrospectiva ter sucesso é, portanto, escolher fotos...com os convidados!

Outra dica importante: sim, sabemos, o amor do casal é lindo, o filho também, mas mil fotos iguais ou similares levam a bocejos...e desinteresse generalizado. Varie motivos, ocasiões, e, como dissemos acima, coadjuvantes.

2- Duração do vídeo

Image courtesy of Sujin Jetkasettakorn / FreeDigitalPhotos.net

Outro item importantíssimo. Não é porque você tem zilhões de fotos que deve colocar todas elas. Sempre sugiro um tempo máximo de dez minutos. Mais do que isso, cansa. É bom saber que, na prática, uma retrospectiva de sete minutos equivale a cerca de oitenta imagens, o que nos leva à próxima dica: tempo de transição.

3- Tempo de transição
Essa dica é para que seu filme não fique como capítulo de pokemon escalafobético (aquele que deu surto em algumas crianças): as imagens passam tão rápido que ninguém é capaz de se identificar. Cerca de três a cinco segundos por foto é o sugerido. O mesmo vale para o contrário, pois um tempo muito grande por imagem torna o vídeo monótono.

Image courtesy of Naypong/ FreeDigitalPhotos.net

4- Como deixar o vídeo dinâmico
Inserir pequenos fragmentos de vídeo intercalado com as fotos pode ser uma estratégia bacana e ajuda no ritmo. É possível também inserir trechos de filmes ou desenhos, desde que tenham coerência com a proposta da retrospectiva.

5- Conceito
É sempre legal ter um conceito que pode ir além da retrospectiva comum. A retrospectiva comum é uma seleção de imagens, que pode, ou não, ter sequência cronológica e mostra uma evolução. Mas você pode fazer um vídeo com uma narração divertida contando uma história, por exemplo. Você pode intercalar com uma animação. Você pode, fugir da sequência e tentar mostrar o aniversariante, mostrando as coisas que ele gosta, por exemplo...

6- Verifique e teste!!
Se o evento é grande, também é a expectativa. Por isso, é imprescindível testar com antecedência. E testar in loco ! Ou seja, pegue o filme e deixe funcionando um dia antes do evento acontecer. Veja se projetor, televisão e notebook estão ok, se o vídeo roda, se o áudio funciona. Ter surpresas falhas técnicas pode acabar com a alegria do vídeo.

Image courtesy of David Castillo Dominici/ FreeDigitalPhotos.net

Fora a questão do funcionamento, é importante assistir o material para ver se o conteúdo está de acordo com o que foi combinado. Se é surpresa, peça para alguém de confiança ver com alguns dias de antecedência.  Assim, se houver alguma alteração a ser feita, ainda haverá tempo.

Estas foram alguns dos pontos mais importantes que acabam por garantir o sucesso ou fracasso deste momento tão comum em eventos. E mesmo que você não faça sua própria retrospectiva e encomende o serviço para alguém, é sempre bom verificar se estas dicas foram seguidas.

Imagem:ericavighi

Esqueci de algo? Pode falar!! A gente acrescenta. Porque é sempre bom saber!